Acessos a sistemas de segurança de aeroportos estavam à venda na ‘dark web’

segurança
REUTERS/Steve Marcus/File Photo

Por valores tão irrisórios como dez dólares, era possível comprar dados de acesso a sistemas de segurança de alguns dos principais aeroportos globais, refere a McAfee.

A ‘dark web’ não é propriamente acessível ao utilizador comum, mas é amplamente conhecido que tudo se vende neste mercado negro além da Internet. De acordo com a empresa de segurança McAfee, algumas lojas online da ‘dark web’ vendia o acesso aos sistemas de segurança de aeroportos. Estes dados incluiriam o acesso remoto a certos computadores da rede dos aeroportos, incluindo sistemas de vigilância, tráfego ou a parte de automatização do edifício em si.

Segundo analistas da McAfee, este “acesso permitia que os cibercriminosos fizessem aquilo que queriam – criar alertas falsos dentro do sistema de segurança, desviar dados e credenciais ou até minerar criptomoedas”.

Por razões de segurança, a McAfee não revelou quais os aeroportos cujos dados de acesso estavam à venda na ‘dark web’.